BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

sexta-feira, 7 de julho de 2017

O SEGREDO DOS SERAFINS II

Comecei a caminhar para o sul, mudando completamnte minha direção, e desobedecendo o que havia aconcelhado-me o Serafim Abiel. Estava segura e confiante de que tinha feito a coisa certa, indo contra à voz divina. Queria muito ver e aproveitar a caminhada pelo céu dos serafins. Foi quando aquela terra falou comigo: -O que fazes  andando por essas terras? Cadê tuas asas? Você não conseguirá ir muito longe sem asas aqui. Este mundo cresce sem se perceber. Cuidado para não ser tragada por este céu, ele é vivo e não responde aos Serafins.

-Mas por que se chama céu dos Serafins? Deveria ter outro nome então. Por que esse céu não responde mais aos Serafins? E quem é que está falando comigo?

-Sou a natureza deste céu. Mais ou menos como a do teu mundo. A que te deu o Dom que te permite me ouvir. Gostaria de poder ajudar-te nessa tua busca. Sei que as asas foram dividas e não se sabe para onde e quem as levou.

-Eu sabia que a voz que ouço desde criança não de um espírito. Era e sempre foi a natureza do meu mundo que falava comigo. Por isso, consigo te ouvir perfeitamente.

-Eu também estou presa desde muito tempo. Os Serafins depois da divisão das asas nunca mais colocaram seus pés sobre este chão de céu, e eu não tive como obter forças para me libertar. Mas, parece que a ratureza do teu mundo, a mãe da tua feitiçaria, conseguiu encontrar uma raíz mais profunda desta vez.

-De que raíz você está falando? Posso ajudá-la a sair dessa prisão. Você quer? Entendo o que falou. Sei quem é minha mãe. Vi o seu poder desde muito cedo. Mas, preciso achar as asas.  

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers