BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

quarta-feira, 31 de maio de 2017

O NEGUINHO V

Dona Lolita retirou de uma única vez o meu espírito e o espírito dela de nossos corpos. Foi uma demonstração de poder incrível e medonha. Não tive como reagir, apesar de não gostar de ser tocada em meu espírito por ninguém. Mas, aquela mulher parecia conhecer meu espírito melhor do que qualquer pessoa, e eu só consegui ouvir sua voz soar suavemente: -Não tenha medo curumim! Eu cuido de você. Não irei lhe fazer mal algum. Se isso não for verdade, você pode devorar meu espírito e aprisionar-me em você.

-Suas palavras acalmaram meu coração. Realmente eu já estava preparando-me para atacá-la, quando suas palavras soaram. Nossos espíritos flutuaram sobre sua casa. Seu espírito nem de longe lembrava aquele corpo devorado pelo câncer. Mas, ainda não quero revelar sua glória. Isso fica para depois. Sua voz era poderosa e estremecia meu espírito sempre soava. Seus cabelos luminosos resplandeciam tudo em volta. Ela então, blindou-me com sua alma e espírito, e duas auréolas de luz envolveram-me e aqueceram-me.

-Tu és feiticeiro, curumim! E também é o mais corajoso que já vi. Vou mostrar-lhe o segredo de nossa feitiçaria, e a origem de nosso dom. Se tu viu meu guardião, também posso dar-te o que teus olhos não viram. Só o que peço, e que me liberte deste corpo. Por favor! Não conseguirei partir nem desencarnar se tu não me ajudares. Estou muito cansada e não dou conta mais de carregar essa cruz e esse fardo. Deus sabe muito bem disso! Já conversei com Ele sobre isso e ti. Mas Ele disse-me, que só poderia me ajudar se tu aceitasse me ajudar também.

-Nesse momento eu comecei a chorar porque fiquei com muita compaixão de Dona Lolita. Vi o sofrimento e dor que a atormentavam. Vi também, que o câncer só conseguiria devorar de vez seu corpo depois de trinta anos. E isso, fez-me tomar a decisão que sempre fugi e neguei. Mas que também, estava me colocando em uma encruzilhada. Não conseguia imaginar ver e saber que Dona Lolita iria sofre por quarenta anos com o câncer devorando seu corpo. Eu continuei ouvindo atentamente o que seu espírito estava me falando.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers