BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

quinta-feira, 4 de maio de 2017

A LUA NEGRA DOS ÍNDIOS VERMELHOS XI

Nambiquara chamou Tupã e Yara para conversarem um pouco mais afastado de todos. Ele havia remoído o dia inteiro sobre uma antiga história que sua vó lhe contara quando era apenas um curumim. E aquele momento parecia-lhe uma ótima oportunidade para incomodar o espírito da velha índia, com certeza alguma resposta ela poderia dá à eles, uma luz sobre como ajudar sua tribo a passar pelo ritual da Lua Negra, que estava preste a causar uma grande e terrível catástrofe. Todos estavam apavorados. Mesmo que nenhum índio ousasse falar, era perceptível à todos o pavor e o medo que rondava o espírito de seu povo.

Em seu coração já sofria a dor de quebrar uma ordem sagrada de sua tribo. Mas, Nhambiquara era determinado de espírito, e tinha muita saberia sobre  as histórias de seus antepassados,  porque sua vó, mesmo contra as ordens do Cacique, contava as histórias proibidas, que só deveriam ser contadas pelo Cacique da tribo, que era a quem pertencia a missão de contá-las, contava-as a ele escondido de todos da tribo, em cima de uma grande pedra branca que havia a mais ou menos uns cinco quilômetros da aldeia.

Sua vó contava-lhe muitas histórias proibidas, enquanto comiam cacaurãna que apanhavam pelo caminho, que sempre mudava  porque sua vó tinha medo que fossem seguidos por outros índios, que vigiavam a velha índia que não obedecia a ordem dos Caciques. Nambiquara via naquele momento, a oportunidade perfeita para por em uso e teste as antigas histórias macabras que sua vó o obrigava ouvir, e aprender a contá-las também. Por muitas vezes ele havia ficado impressionado e amedrontado com o peso das histórias contadas por ela, e tinha que ser defumado pelo Pajé para que pudesse dormir e descansar sossegado.


Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers