BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

sexta-feira, 26 de maio de 2017

A CHAVE DO INFERNO V

Belzebu sabia que alguém também era argucioso e inteligente bastante para ter se adiantado. Desde muitas eternidades quando lutaram e  teve que se retirar da batalha, por não conseguir enfrentar aquele que lhe seria para sempre seu adversário, pois havia sido mais astuto e perspicaz, e conseguiu vencer-lhe na batalha que se travou nessa época . Mas desta vez, Belzebu estava mais preparado para ser aquilo que seu principado lhe conferia como poder.

Não havia insegurança em espírito, estava pleno e havia ficado muito mais poderoso. Ninguém mais o havia visto desde que perdeu aquela luta. Mas, ele sabia que havia ido buscar um poder mais antigo e mais oculto, que havia descoberto à muitas eternidades atrás, quando ainda aprendia com seu inimigo, que o amava mesmo sabendo dos desígnios de seu espírito, e o ensinou até o fazer recuar quando lutaram depois da criação do último espírito.

Ele havia esquecido os ensinamentos de seu mestre, e por isso, foi derrotado. Agora ele sentia-se pronto o suficiente para enfrentar novamente aquele que com certeza tinha antecipado-se diante do acontecido. Havia-lhe agora a hora e a oportunidade para abrir as entradas do mundo das trevas para quem estava precisando esconder-se, e foi o que levantou de seu trono e o fez caminhar até confins do inferno.

Rafael caminhava pelas terras do mundo das trevas, seguro do que tinha vindo fazer. Sabia que Satanás o aguardava. Chegou em cima do Monte da Perdição, e parou para observar o lindo castelo, morada do Grande Dragão. De repente um raio negro pareceu-lhe entrar nas terras negras daquele mundo. Nunca havia sentido tanto poder em apenas uma manifestação. Pôde rapidamente discernir quem havia produzido aquele estremecimento que fez alguns montes envolta desabarem tornando-se poeiras sopradas pelo vento tempestuoso que arrasa sempre aquelas terras.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers