BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

sexta-feira, 28 de abril de 2017

CAÇANDO COTIA III

Em meu espírito eu orava para tudo quanto era santo para que caísse um raio ou uma tempestade, mas parecia que não estava com sorte para ser ouvida por eles. Pois o sol estava a pino e muito forte, como é sempre no Amazonas, quente que derrete o asfalto da rua, e não haveria jeito pelo que estava vendo, de que alguma coisa atrapalhasse aquela minha primeira caçada. Eu preferia mil vezes enfrentar qualquer espírito do que enfrentar a mata amazônica na qual estávamos prestes a adentrar.

Seu Pedro finalmente deu a ordem para que entrássemos na mata por detrás de sua casa, pois segundo ele, seus curumins conheciam bem como andar naquela mediação que ficava na parte de trás de seu terreno. Não que isso me servisse de algum consolo porque meu medo não era só da mata, mas também de todos os bichos que vivem nela. Já havia entrado na mata mas não para caçar, e muito sem a companhia de um adulto. Quem me garantia que aqueles curumins sabiam mesmo como andar na mata?

Adentramos na mata que em seguida já se fechou em cima da gente. Na mata é assim, você olha pra qualquer lado e tudo que se vê é mata e nada mais. Minha claustrofobia já estava me sufocando e sentia-me um ratinho numa ratoeira. Minha respiração estava ofegante e minha voz estava trêmula de tanto medo. Aquilo era horrível para mim, já para meu irmão e meu primo, era tudo que eles mais estavam esperando e tudo que mais os alegrava.

Quando vi que não teria jeito de fugir daquela situação, mudei minha estratégia, comecei a invocar todos os espíritos protetores da mata. Dona Ana Caiá havia ensinado-me alguns encantamentos que poderiam pelo menos nos proteger de qualquer perigo ou bichos peçonhentos que pudéssemos encontrar pelo caminho. Nossos cachorros não demoraram muito para achar o rastro da primeira cotia, e tivemos que sair correndo atrás dos cachorros gritando para os incentivar a continuar no rastro da cotia.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers