BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

sábado, 9 de julho de 2016

AS LEGIÕES III

O discernimento de Legião fez com que visse e reconhecesse que aquele homem que desceu do barco era o Filho do Deus Altíssimo, nem mesmo seus discípulos criam absolutamente no que seu mestre lhes ensinava, o medo ainda habitava seus corações, e a fé deles ainda não havia nascido dentro de seus espíritos, e quando eram testados, eles temiam e se amedrontavam diante das provações, como aconteceu dentro do barco, quando eles tiveram medo de que o mesmo afundasse com a tempestade que havia caído sobre eles.

Legião não precisava crer que Jesus era o Filho do Deus Altíssimo, Ele via quem era Aquele que havia descido do barco, e assim que o viu, correu e lhe adorou, mas não foi reconhecido pelo seu Senhor, e ainda foi atormentado por Ele, quando este o chamou de ''espírito imundo'', dando-lhe o mesmo julgamento que os homens. Legião irou-se, mas, não pecou contra seu Senhor, e nem lhe proferiu palavra que o vituperasse. Em vez disso, simplesmente bradou com grande voz seu nome, para que o seu Senhor, soubesse com quem estava falando.

Legião era sábio e tinha discernimento como também tinha aquela mulher  cananéia, quando inquiriu Jesus, mas, não antes de adorá-lo, para então, suplicar por sua filha endemoninhada, e que obteve de Jesus, as palavras de que ela não era uma ovelha da casa de Israel, palavras que não destruíram sua fé, nem mesmo abalaram seu espírito pois era um espírito sábio e com discernimento. Ela  inqueriu pela segunda vez o seu Senhor, e disse-lhe que os cães também comiam das migalhas que caíam das bocas das criancinhas que comem à mesa.

Jesus percebendo que estava diante de um espírito de  grande fé, que possuía discernimento, e acima de tudo era sábio, disse para aquela mulher, que seria tudo feito conforme a fé dela, mas esta também, não fez nada mais, do que conjurar a misericórdia de Jesus, através de sua própria palavra, o que imediatamente, trouxe aos olhos do mestre, a visão de que até os cachorros, ou como no caso de Legião, todos tinham direito de gozar da misericórdia de seu Senhor, Jesus Cristo.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers