BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

domingo, 17 de julho de 2016

A APARIÇÃO DE YANSÃ II

Quando estava quase terminando a minha bebida, um estrondo maior que o anterior soou do mesmo lugar de onde tinha vindo o outro, e todos os espíritos ficaram apavorados, mas eu não temi pois já sabia que isso iria acontecer, então, levantei mais uma vez, só que desta vez  já estava irada com aquilo, e já fui estendendo minha mão direita na direção de onde estava vindo o estrondo e caminhando também na mesma direção.

Uma nuvem mais negra ainda veio com toda fúria demoníaca em nossa direção, mas a nuvem trazia lixo e corpos mortos apodrecidos e grandes pedras também vinham em seus ventos, quando ela se aproximou de mim, eu a encarei e ia entrar dentro dela, mas um cavalo negro, com arreios de ouro fino, com uma crina de mais de dois metros de comprimento, maior que o meu cabelo, levantou suas patas dianteiras impedindo-me de chegar até a nuvem.

Ele relinchou e eu entendi o que ele estava falando, e imediatamente obedeci o que me dizia, foi quando olhei para cima de suas costas, e uma mulher deslumbrante o montava majestosamente, e segurava suas rédias com as duas mãos, seu vestido era roxo e lilás, e dançavam com  o vento, e com sua mão esquerda tirou seu elmo, e eu vi seu rosto maravilhoso e divino.

Seus cabelos foram soltos ao vento, assim que tirou seu elmo de sua cabeça, vi que de seus olhos saiam raios, que só se acalmavam quando ela colocava seu elmo, sua pele era negra como um diamante negro, e brilhava intensamente, e na sua cintura, do lado direito, estava sua espada dentro de uma bainha toda cravejada de ouro, e do lado esquerdo, havia um arco de palha, com o qual ela flechava os ventos sobre seus inimigos.

O sol recolheu-se, e uma noite escura cobriu todo aquele lugar, e muitos espíritos choraram e lamentaram, pois estavam todos apavorados, mas eu estava deslumbrada com aquela mulher poderosa que montava aquele cavalo negro todo adornado de ouro, que até as correias eram de couro negro e ouro fino, e seu relinchado metia medo nos ventos e os dominava.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers