BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

terça-feira, 14 de junho de 2016

O ANJO JAZEL E O OITAVO CAVALEIRO

E o oitavo cavaleiro moveu-se com grande estrondo, e o seu nome e o seu número foram anunciados por um coral de mortos, espíritos que não sabiam que haviam morrido, e  vagavam por sobre a terra sem saber que seus corpos jaziam no pó, e que o mundo que os rodeava não era mais a sua casa, por isso,  andavam errantes pra todo  lado, e seu tormento era não saber onde ficava sua casa, e mesmo quando alguns a encontravam, não havia ninguém e ainda retornavam para o lugar onde eles morreram, e toda a sua jornada se iniciava novamente.

Meu espírito perturbou-se muito com aquela visão, e  tive que perguntar ao Oitavo Anjo, o porquê eles nunca chegavam em sua casa, e também por que ninguém os avisava de sua morte, e que na realidade, eles nunca chegariam em sua casa. Ele não demorou a responder-me, que se eu quisesse, me levaria até o mundo deles, mas que eu pagaria um preço alto por isso, e que meu espírito estaria para sempre maculado.

Então, um outro anjo que estava por detrás de uma nuvem branca e resplandecente, disse em alta voz, que se alguém descesse até o lugar onde estavam os mortos do coral, a nuvem que escondia sua glória também seria tirada, e revelados seriam sua coroa e seu  reino. Então, um rio de sangue fluiu das patas do cavalo do Oitavo Anjo de Jazel e correu por cima da face de toda a terra, e do rio saíram muitas vozes que chamaram os espíritos que vagavam sobre as ruas e estradas, e todos os espíritos delas responderam ao chamado das vozes que saiam do rio de sangue que correu de debaixo das patas do cavalo do Oitavo Anjo de Jazel.

As estradas e as ruas que beberam sangue derramado pela corrupção do homem criaram vida, e depois lhes foi dado espírito, elas viveram e bradaram que vingariam o sangue inocente que foram obrigadas a beber, e devoraram uma terça parte de tudo que passava por cima delas, homens e animais, animais e homens, e até mesmo pássaros e aviões foram devorados pelos espíritos das ruas e estradas que ganharam vozes e vida. E também foi dito que isso tudo era um mistério. Confirmado pelos espíritos do Amém e do Assim Seja.


Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers