BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

domingo, 26 de junho de 2016

O ANJO DE LUZ IV

Eu continuei dizendo a aquele anjo que estava desafiando-me e ameaçando quebrar minha coroa, que nem coroa eu tinha para ser quebrada, e a que estava sobre a minha cabeça, pertencia a dois arcanjos e uma santa, e que antes que ele pudesse quebrar minha coroa, ele teria que quebrar as coroas deles também, e ainda se ele conseguisse quebrar as coroas deles, ele ainda teria que me enfrentar para poder conseguir quebrar minha coroa, e que eu não tinha medo algum de lutar com ele, e me afastei mais dois passos daquele anjo, e cruzei meus braços, e o enfrentei olhando dentro dos seus olhos gateados, que mais pareciam duas pedras de fogo, e brilhavam muito, e soltavam raios de luz quando a pouca luz daquela noite tocava as iris dos seus olhos.

Ele então levantou-se sobre o assoalho daquele barracão, e eu vi o quanto aquele anjo era lindo, e o quanto seu poste físico era perfeito, eu olhei seu corpo inteiro e o desejei, mas eu não podia me deslumbrar com sua beleza, pois ele estava ali para lutar comigo, e se me vencesse, iria com toda certeza quebrar minha coroa e matar-me depois, e eu não podia ficar olhando o tamanho e a grossura de suas pernas, e depois seus belos joelhos, lisos e sem nenhuma ruga, suas coxas eram maravilhosas, e tinham músculos muito definidos, e como estava de pé bem na minha frente, dava parar ver todos os detalhes do corpo daquele anjo maravilhoso.

Ele então disse que eu era um simples humano soberbo e arrogante, e que ia pagar pela ofensa que eu tinha cometido contra ele e contra a espiritualidade, que eu não sabia nem o que estava fazendo, e estava agindo como se eu fosse alguma coisa no mundo espiritual, mas eu iria pagar pelo pecado que eu tinha cometido, e se ele quisesse tudo acabaria ali mesmo, e nada nem sequer se inicia. Eu descruzei meus braços e disse-lhe que eu não tinha medo de suas palavras, muito menos estava com medo dele naquele momento, e que estava preparada para lutar com ele ali mesmo naquele local, se ele continuasse em meu caminho quando eu seguisse minha caminhada.

Então, o sol daquele anjo levantou-se atrás de suas costas e ficou igual sol de meio dia, e seu sol brilhava ardentemente, e eu vi aquele anjo não era um anjo qualquer, seu sol era muito poderoso e infinitamente maior e mais brilhante que nosso sol, então o anjo ficou mais maravilhoso ainda, estava até me dando uma certa compaixão no coração, ter que lutar  com aquele anjo lindo que estava mostrando sua glória para me ameaçar, e quem sabe, impedir que continuasse meu caminho por aquela montanha enorme. Mas o seu sol brilhou mais intensamente, e eu também tive que manifestar minha glória, já que a batalha estava travada a partir daquele momento. Mas ele não ousou chamar-me de tola. Por isso, eu exitei desde o inicio de atacá-lo.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers