BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

sexta-feira, 15 de abril de 2016

O ANÁTEMA

No antigo testamento da bíblia, mas especificamente no livro dos Números, consta que o profeta Balão foi contratado por Balaque, rei dos moabitas, para lançar  uma maldição sobre o povo de Israel. Esse tipo de punição ou vingança, era comum naquela época em que a espiritualidade convivia mais intensamente com o homem, e este possuía poderes divinos a seu dispor, e era temido e respeitado por todos.

Balão era um profeta conhecido por todos os reis da época, e não fora o primeiro profeta a ser contratado por um rei para lançar uma maldição sobre outro povo, o próprio povo de Israel tinha a seu favor os seus profetas que eram consultados e ouvidos antes de qualquer batalha, ou qualquer decisão que fosse importante para o reino, ou mesmo para que eles consultassem o seu Deus a respeito do que estava sendo decidido.

Balaque sabia que poderia destruir o povo de Israel usando essa estratégia de guerra. Mas para que ele tivesse sucesso em seu ataque, era necessário encontrar um profeta com sacerdócio verdadeiro para lançar o encantamento mais poderoso conhecido por todos os profetas e sábios que conheciam essa magia negra, se não, seriam somente palavras soltas ao vento, e que teriam como consequência, o retorno de volta para a casa que as lançou fora.

Balaão era um profeta de nascença, foi ungido com o sacerdócio profético antes do ventre de sua mãe, isso o tornava capaz de lançar uma maldição sobre alguém ou povo, pois adivinhos e necromantes não possuíam esse conhecimento oculto, até porque, fazia parte dos mundos dos magos, e necessitava de muita sabedoria para ser executado com sucesso.

O Anátema era a arma mais letal e eficaz de se atacar alguém sem ser visto ou percebido pelo inimigo. Não necessitava de armamento físico, não derramava sangue de ente queridos, não havia nem a necessidade de se ficar frente a frente, normalmente, os que chegaram a receber o Anátema, o receberam pelas costas, e devido o seu grande poder, sofreram a maior maldição de todas, o Anátema, a maldição do maldito.


Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers