BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

sábado, 6 de fevereiro de 2016

O SEGREDO DOS SERAFINS

Estávamos voltando de Brasília quando vi pela primeira vez os Serafins. Eu estava no banco de trás do carro conversando com meus amigos quando meu espírito saiu do corpo e flutuou sobre as nuvens, pude ver meus amigos ainda conversando com meu corpo inerte, mas eu já não estava com eles. Então as nuvens se abriram e eu vi o céu dos Serafins.

Foi a visão mais linda que já tive em minha vida. Nada que eu já tenha visto se compara com aquela visão que tive. Eu queria muito que meus amigos também pudessem ver a bela visão que estava vendo, ou melhor, estava vivendo.

O céu dos Serafins é todo rosa e amarelo. Não existe nuvem em seu mundo. Eles vivem em uma dimensão que só conseguem voar os têm seis asas, anjos nem querubins voam por aquele céu. Eu estava em pé sobre o solo amarelo daquele céu. É o céu que guarda o segredo dos Serafins.

Eles voavam por todo aquele céu maravilhoso como se estivessem dançando com suas seis asas. Todos eram lindos e livres para voar pra onde quisessem. Suas asas eram enormes, todos eles possuíam seis asas. Uns eram maiores e outros muito pequenos, pareciam crianças com seis asas, mas todos eram maravilhosos em sua santidade e beleza.

Seu céu não continha estrelas nem sol sem lua, em vez disso, haviam muitos arcos-íris que tomavam o ar daquele mundo, e se movimentavam junto com os Serafins, conforme Eles voavam os arcos-iris também se moviam como que querendo enfeitar o céu para Eles voarem livremente. meu coração estava cheio de um sentimento inexplicável, minha vontade era de chorar muito, mas não saíam lágrimas de meus olhos. Agradeci à Deus por ter me dado a oportunidade de ver algo tão celeste e angelical.

Um dos maiores Serafins que haviam ali voando, voou em minha direção e ficou flutuando sobre o solo daquele chão sem tocar seus pés na terra amarela do chão do seu céu. Minha vontade de voar também era enorme e estava me consumindo por dentro. Um calor enorme tomou conta do meu espírito, uma vontade de gritar gigantesca estava presa na minha garganta, mas somente o silêncio saia de mim. Meus pés não conseguiam se mover, minhas mãos tremiam e suavam. Meus olhos estavam fixos no Serafim enorme que estava flutuando à minha frente.

-Olá Yamê, Eu Sou o Serafim Abiel, Aquele que mostra a face de Deus. Fico feliz que tenha chegado a contemplar nosso céu. Mas se você quiser voar conosco, terá que ganhar suas seis asas para poder voar por este céu dos Serafins. Espero realmente que consiga suas asas. Até mais! -E ele voltou a voar, girando pelos ares como se não houvesse limite para suas asas.

-SERAFIM ABIEL, COMO CONSIGO GANHAR MINHAS SEIS ASAS? -Perguntei gritando, antes que Abiel se afastasse muito de mim.

-Só posso lhe mostrar o que meu Nome diz. Além disso, tudo é desconhecido para mim. Caminhe um pouco por nosso mundo, quem sabe você não acha o Serafim da primeira asa. É só isso que posso lhe dizer, Yamê. Quer conhecer a face de Deus?

-Não. Do que adianta ver a face de Deus e não ter seis asas para voar com vocês!

-Muitos dirão que é loucura de sua parte não querer conhecer a face de Deus, muitos homens já morreram ou enlouqueceram jejuando para ver pelo menos a sombra de Deus, e você despreza isso?

-Não estou desprezando nada, sei que verei a face de Deus quando chegar a hora, mas aqui, o que eu quero é voar com vocês.

-Vou lhe dar uma dica, siga sempre em direção ao leste. -E assim Ele voltou a voar com os outros Serafins.

Eu olhei bem para onde era o leste, e comecei a caminhar sobre aquele solo amarelo e completamente plano. Não havia uma única planta sobre aquela terra. Ajoelhei-me sobre o chão, peguei um punhado de terra seca na mão e soltei no vento, e este o soprou para o sul. Decidi então mudar minha direção para sul, mesmo indo contra a dica do Serafim Abiel, eu sou assim, tenho minha própria direção imanente no meu coração. Isso é loucura. Mas no mundo espiritual funciona. pois o homem espiritual discerne todas as coisas, e por nada nem ninguém é discernido.


Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers