BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

terça-feira, 24 de março de 2015

O ANJO JAZEL IX

De repente uma  mão tocou meu ombro, e chamou-me pelo nome: -Olá Yamê, tudo bem?

-Era uma voz jovem e doce. Parecia ser de uma jovem de uns dezoito anos. Virei-me para trás para ver quem havia tocado meu ombro e chamado meu nome.

Era uma jovem, exatamente como tinha imaginado. Seu cabelo era loiro-escuro, sua pele era muito branca. Seus olhos eram cor de mel. Seus lábios eram finos e cor de rosa. Sua sobrancelha era fina e bem desenhada, em forma de lua. Seus dentes eram muito brancos e brilhavam naquele dia que havia virado noite com a chegada de Jazel. Vestia um vestido branco de seda fina, franzido nas mangas e na saia. Ela estava descalça e não tinha nenhum enfeite em seu corpo, há não ser, sua beleza singela e delicada.

Ela sorriu-me com alegria e disse-me: -Que bom que achei você, Yamê! Sabia que estaria aqui, só não imaginava que fossem está tanta gente assim.

-Eu a abracei com força. Era bom ter mais alguém comigo que não pudesse ser seduzido e hipnotizado por Jazel.

Enquanto a abraçava, olhando por cima do seu ombro esquerdo, avistei uma mesa de madeira, grande, que estava no pé do monte, na parte de trás dele, às costas de todos os espíritos que estavam em pé admirando e ouvindo tudo que Jazel falava.

Então, eu disse à jovem que havia tocado meu ombro direito: -Vamos descer o monte, e sentarmos naquela mesa para conversar? Vejo que é como eu. Quero lhe falar algumas coisas que estou pensando.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers