BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

terça-feira, 21 de outubro de 2014

O ANJO JAZEL IV


          A cor de sua pele era branca como algodão, tinha pelos dourados bem ralinhos que brilhavam timidamente. Seus braços não eram fortes nem musculosos, eram bem delicados e um pouco compridos, mas isso não significava que não possuíssem uma  força destruidora. Suas mãos eram finas e longas, tinham a pele da palma macia como seda. Seus dedos também era longos e finos, mas tinham a firmeza da mão de um deus. Suas pernas também não eram grossas nem musculosas, mas eram lindas e desejáveis, eram compridas e bem torneadas. Seus pés eram longos e finos, com dedos também longos e finos, e calçava uma sandália gladiadora, que ia acima da panturrilha, e seu tamanho era quarenta e dois, e possuía uma espécie de caneleira de chumbo que protegia sua perna, o couro do qual sua sandália era feito parecia ser de dragão, pois continha escamas grandes e duras como aço, e uma corda que transava-se na parte de trás dela permitindo ser apertada segundo sua vontade, e seu laço descia até metade de sua perna.

          Jazel vestia uma túnica preta de guerreiro que ia até uma pouco abaixo da coxa, um pouco acima do joelho, também feito do mesmo couro que sua sandália. Um cinto de chumbo cingia sua cintura passando por cima do vestido, continha pedras negras como carvão, mas brilhavam e pareciam relampear quando ele se movia. Uma couraça do mesmo tipo de chumbo cingia-lhe o peito, continha vários cavalos montados por cavaleiros monstruosos e poderosos que empunhavam espadas que destruíam a terra. Haviam braceletes de chumbo em seus braços e ante-braços que tinham símbolos misteriosos e diferentes de  tudo que eu já tinha visto. Possuía anéis na mão direita e esquerda que ficavam nos dedos anelares de cada mão, eram anéis de diamante negro com o mesmo chumbo de sua couraça, caneleira, cinto e braceletes.

          Sua voz era grave e suave, também continha doçura, e passava uma certa paz, mas era muito sedutora e encantadora, a ponto de seduzir qualquer um que o ouvisse falando. Jazel falava devagar e espaçosamente, com respirações bem profundas e longas nos intervalos de suas frases. Havia uma espada embainhada em uma bainha de chumbo puro em sua cintura que ficava do lado esquerdo de seu quadril, era uma espada grande, de mais ou menos um metro e setenta de comprimento, e estava presa com a bainha no cinto de chumbo. A altura de Jazel era de mais ou menos um metro e noventa.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers