BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

AFINAL, QUEM QUER DIVIDIR O PAÍS?

          Nem bem foram fechadas, ou melhor, desligadas as urnas eletrônicas, e já pululam na internet os posts preconceituosos contra os eleitores do PT de Dilma Rousseff. Mesmo Minas Gerais e Rio de Janeiro dendo dado vitória à presidente, nordestinos são as maiores vítimas. São chamados de pobres, podres, ignorantes, porcos e ameaçados com os mais cruéis tipos de morte. Alguém imagina os eleitores do PT ameaçando paulistas e gaúchos, caso Aécio houvesse ganho? Afinal, quem dividiu o país, quem fez questão de demarcar terreno durante as eleições? É bem provável que o sentimento anti-nordestino ou anti-pobres tenha nascido há muitos e muitos anos em algum café bem frequentado  do sul-maravilha. Mas é inegável que quem deu corpo, unhas e dentes a esse sentimento deplorável foram as redes sociais. Notadamente o Facebook alimentou esse monstro com postagem e likes fascistas e recalcados, para se ficar com o termo da moda.

           Não foram as eleições que dividiram o país. Muito menos este ou aquele ato de corrupção. Foi o pre-conceito enrustido daqueles que enxergam o Facebook como um grande armário dentro do qual podem fazer eco aos mais torpes e vis relinchos de uma escória mal resolvida. Uma "elite" paradoxalmente nutrida por benesses recebidas do governo que ela ataca, como ProUni e Ciência Sem Fronteiras. O que divide o país, portanto, é um pensamento retrógrado e colonialista segundo o qual uma vez alçado à casa grande, o sujeito deve apedrejar a senzala com as pedras encontradas no caminho que conduziu  ascensão.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers