BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

quarta-feira, 11 de junho de 2014

DONA MARINA


 Quando tinha cinco anos, conheci uma senhora chamada Dona Marina, ela era parteira das boas, daquela que faz qualquer mulher parir sem problema nenhum. Minha mãe foi uma das mulheres que pariram sob as  mãos de Dona Marina, que usava uma saia enorme, rodada e preta, uma blusa grande e também preta, e ainda tinha seu chinelo havaiana de cor  preta.

 Dona Marina cheirava a São João Caá, que aqui em Minas Gerais todos conhecem como Guiné. Acho que por causa de tanta gente que ela defumava. Quando minha mãe foi parir minha terceira irmã, Dona Marina chegou por volta de umas cinco horas da tarde com um monte folhas em sua mão, São João Caá, Mangrataia, o gengibre do Amazonas, Cipó Alho, e preparou um banho numa bacia de alumínio novinha que tinha sido comprada para a ocasião do parto.

 Fiquei encantada com aquela velha negra de cabelos crespos e brancos, com uma voz aguda e trêmula, ela deveria ter uns sessenta anos. Mas sua vitalidade era de uma menina de quinze anos. Suas mãos nem se fala, colocavam qualquer osso no lugar. Sim, ela  também era puxadeira de desmentidura, que é como a gente chama quando um osso é deslocado de seu lugar.

 Dona Marina também era benzedeira, e eu sabia que aquela valha mulher não havia cruzado meu caminho atoa.

 -Tirem todos da casa, vai ficar só eu e a senhora Dona Jojó. -Disse Dona Marina com uma autoridade  esmagadora.

 -Preta, leva os meninos lá pra fora e não deixa eles virem aqui. -Disse minha mãe para uma das melhores amigas de minha mãe que iria parir.

 Dona Marina logo ascendeu seu cigarro de tabaco, pegou umas folhas das que tinha trazido, colocou numa cuia preta e sem pintura, e começou a defumar a casa inteirinha, rodando a casa pelo lado de fora. Aquela fumaça cheirava forte que chegava arder os olhos. Depois entrou e defumou a casa inteira pelo lado de dentro.

 -Valei minha  Nossa Senhora, Santa Clara e meu Senhor Jesus, ajudai-me a fazer essa mulher parir em paz e em segurança!

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers