BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

segunda-feira, 19 de maio de 2014

TIC TIC TAC É DO BRAULINO


       Braulino era um carroceiro em Parintins, vivia de fazer carreto para os outros. Carregava tudo, banana, mandioca, sacos e sacos de farinha, mudança dos outros, mas todo mundo sabia que ele adorava um pinguinha, eu mesma vendi várias vezes uma dose para o Braulino, as vezes ele chegava até  fazer carreto por uma garrafa de pinga, a Chora Rita, famosa entre os bebuns.

        Mais que da Chora Rita, ele gostava mesmo era de cantar. Quando a gente via, lá se ia ele cantarolando em cima da sua carroça. Seu cavalo, companheiro inseparável, nunca lhe negou as forças, isso é cavalo de verdade. O bicho era magro, tão magro, igual o dono, que se o vento batesse muito forte, levava os dois.

         Um dia, Braulino começou a cantar uma música que ele mesmo havia composto, mas ninguém dava muito ouvido à música dele, o que ninguém imaginava, era que sua música fosse a primeira canção amazonense, e principalmente parintinense, que iria atravessar fronteiras, e ganhar o mundo.

          Seu cavalo sim, o ouvia todo santo dia, e foi extremamente recompensado por isso. De um dia pro outro, Braulino ganhou milhares de euros em sua conta bancária, que não sei nem se foi ele que abriu. Mas seu cavalo sabe. E gozou.

           Braulino ficou rico do dia pra noite. Ironia ou sorte? Eu digo que é talento. Daqueles que nem Deus consegue negar.

           Seu cavalo, seu amigo e companheiro, foi o maior beneficiário dessa dinheirama toda. Braulino comprou moto para todos os filhos. Comprou barco de dois andares. Ficou bonito e gordo, pois só é feio quem é pobre, e Parintins, melhor que ninguém sabe disso, o cavalo do Braulino também. Sua  carroça virou enfeite de jardim, ganhou até um jardim só pra ela. Seu cavalo, é tratado a pão-de-ló. Tem shampoo. Um estábulo só dele.

           E Braulino o carroceiro, virou milionário. Essa é recompensa da vida para Braulino e seu cavalo sortudo, quem nem precisou correr ou ter pedigree, pois tem euros! Braulino, obrigada por rufar os tambores do Amazonas no mundo inteiro!

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers