BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

segunda-feira, 7 de abril de 2014

OS QUATRO BRUXOS XIV

Minhas cinzas foram levadas pelo vento para o céu estrelado que estava deitado sobre nossas cabeças, elas rodopiavam no vento frio que levava minhas cinzas para cima. Passamos as nuvens e continuamos indo em direção das estrelas. Tudo era tão belo e sublime visto de cima. O vento com minhas cinzas saíram da atmosfera terrestre e continuaram em direção às estrelas. Tudo era lindo, até mesmo a escuridão parecia tão sublime. Eu não tinha corpo, mas ainda estava ali contemplando tudo como se eu fosse tudo ao mesmo tempo, uma sensação muito diferente de está encarnado. Nada parece desconhecido depois que se morre. Tudo é nada e nada é tudo. Uma sensação de completude divina estava dentro de mim. Meu espírito estava livre. Mas, ainda não tinha entendido a intuição que me fez sacrificar-me, no entanto, essa não era uma preocupação para mim. Eu sabia que tudo iria explicar-se, e a certeza de que eu havia feito a coisa certa permanecia ardente dentro de mim, eu estava segura que tinha feito a coisa certa, mesmo que tivesse causado muito sofrimentos nos espíritos que pediram minha ajuda. Eles não sabiam nada de mim, e não tinham a menor ideia do eu era capaz quando intimada a defender alguém, ou batalhar por alguma coisa maior que eu mesma. Sou estremante decidida, e quase nunca faço o que esperam que seja feito. Isso causa muita confusão entre os que me cercam ou tenham que caminhar comigo durante um período de tempo. As vezes até mesmo briga são causadas por minhas ações solitárias, que sempre dão certo e cumprem seu papel. Não tenho medo de nada. Também não sou de muita companhia, somente esses momentos de batalhas me dão companheiros momentâneos. Minha estrada sempre foi solitária e escura, o silêncio sempre foi a única voz durante todo esse tempo que realmente falou comigo. Agora, lá estava eu mais uma vez caminhando sozinha para as estrelas que começavam a ficar cada vez mais perto de mim. Minhas cinzas continuavam rodopiando com o vento frio que as trazia. Eu não conseguia vê meu espírito, mas eu sabia que ele estava ali perto de minhas cinzas, que por alguma razão estavam sendo levadas por aquele vento frio que as fazia rodopiar no ar, como se fosse uma fumaça que não se desmancha mas dança com o vento sendo levada de lá pra cá e vice versa. Quis saber como estavam os espíritos que haviam sido aprisionados naquela ilha, e de repente eu pude vê-los de lá de onde eu estava, Francisco caminhava em direção da margem da ilha, sua aparência luminosa era magnifica, realmente divina, sua Luz Azul era grandiosa e muito linda de se vê reluzindo no meio daquela escuridão, a menininha de um ano e meio também começou reluzir junto com Francisco, só que do outro lado da margem da lagoa, sua luz era dourada e emitia um poder tranquilo e sereno, mais muito poderoso, dava pra sentir que ambos possuíam grandes poderes ocultos dentro de seus espíritos. A mulher do véu negro aproximou-se de Francisco e disse-lhe: -Como ela fez isso? Como ela conseguiu libertá-lo só com um beijo em sua testa? E porquê ela se sacrificou? Francisco a olhou com carinho, sua luminosidade diminuiu ficando quase imperceptível, mas ainda reluzia e disse-lhe: -Não sei como ela fez isso, mas acho que estamos diante de um grande mistério, eu sinto que ela não está morta, posso senti-la muito longe, nunca vi nada parecido como ela. Tenho uma leve impressão de não sabemos nada sobre ela. A mulher do véu negro concordou balançando sua cabeça em sinal de afirmação e disse com voz baixa: -Até agora eu também não sei como ela conseguiu usar meu véu contra mim mesma, isso nunca tinha acontecido antes, nunca ninguém havia conseguido usar meu véu sem ser consumido por sua escuridão. Francisco a olhou novamente e exclamou: -Ela nos impressionou muito. Nunca havia conhecido um espírito assim, por isso mesmo, acho que algo grandioso está acontecendo neste momento com ela, irei fazer o que me pediu, proteger vocês a qualquer custo, agora, somos dois espíritos livres.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers