BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

terça-feira, 25 de março de 2014

OS QUATRO BRUXOS X

As flechas de prata com pontas negras e as bolas de fogo vinham em minha direção com muita velocidade, os espíritos aprisionados começaram a chorar e gritar desesperados com o perigo que eles sabiam que eu corria, a menininha que já estava livre, também começou a chorar, e todos em uma única tentativa de me fazer levantar,´gritaram tão alto que os pássaros que dormiam nas árvores da ilha e da floresta em volta voaram espantados e fazendo grande barulho.

 Mas eu, continuava imóvel ajoelhada sobre aquela ponte, meu espírito estava inundado por uma paz enorme, e meu corpo não sentia nenhum medo ou dor, somente um amor enorme inundava-me por completo, a menininha de um ano e meio lançou um raio de luz para proteger minhas costas, o raio de luz tinha tanto poder que veio destruindo todas as flechas de prata com pontas negras e todas as bolas de fogo, quando chegou perto de mim, o raio de luz aumentou sobre maneira criando uma bolha de luz em volta de mim, e todas as flechas e as bolas de fogo quando tocavam a bolha de luz desfaziam-se em fumaça.

 Então, olhei através de meus olhos completamente fechados e um outro raio de luz saiu de minha testa, bem do meio dos meus olhos e desfez a bolha de luz que estava em minha volta, feita pela menininha de um ano e meio, ela então gritou e disse: -Não faça isso, Yamê Aram, você irá morrer atravessada pelas fechas e seu corpo será queimado pelas bolas de fogo, deixe-me ajudá-la, por favor não deixe-nos agora, se não os outros nunca serão livres como eu!

Mas, sua voz já não me alcançava, e sua dor não causava nenhuma agonia em meu coração, simplesmente estava em paz e não havia medo algum em meu espírito, minha mente vagava plena e serenamente sobre toda aquela confusão, foi quando um segundo ataque de flechas e bolas de fogo sete vezes maior que todos os outros ataques foi disparado contra mim. Eu envolvi a menininha de ano e meio numa bolha de névoa negra e os sete espíritos mais a cecília numa mesma bolha de névoa negra para que não sofressem ataque nenhum e também bloqueando seus poderes para que não pudessem mais me ajudar ou interferir na minha decisão, eu sabia por algum motivo que deveria ficar ali de joelhos sobre aquela ponte frágil e de madeira que eu havia levantado das águas quando libertei e atravessei a menininha de um ano e meio.

 Foi quando o Francisco disse a todos os espíritos aprisionados e a Cecília: -Não adianta fazermos mais nada, ela se entregou e ainda nos protegeu e bloqueou os nossos poderes para não a ajudarmos mais. Ela ficará sozinha e entregue ao ataque das flechas e bolas de fogo, com certeza ela decidiu morrer, e nos deixará aqui nesta prisão para sempre.

A mulher que havia me dado o véu negro disse-lhes: -Eu ainda posso protege-la com o véu negro. E uma névoa negra formou-se novamente em minha volta, envolvendo-me entre suas nuvens, mas, eu estava disposta a deixar que as flechas e as bolas de fogo atingirem-me, e devolvi o véu negro envolvendo-os com ele. Foi quando a mulher do véu negro gritou com grande voz: -Não, ela nos envolveu com o meu véu negro, como ela conseguiu usá-lo?

Francisco então, ajoelhou-se sobre o chão, e lágrimas comeram a cair de seus olhos sobre a terra da ilha onde estavam aprisionados, eu então fui até diante de seus olhos espirituais e disse-lhe: -Não chore, Francisco, eu estou em paz!

Então voltei para meu corpo, e ouvi sua voz soar dentro do  meu espírito dizendo-me: -Não faça isso, Yamê Aram, você irá ser morta e destruída pelo ataque deles, livre-se daqui deste lugar, você ainda pode volta e livrar sua vida!

Eu simplesmente beijei sua testa com um ósculo santo. Francisco então começou a chorar compulsivamente como se fosse uma criança de colo, eu sorri para ele e disse-lhe: -Cuide de meu corpo, e não deixe que eles o toquem, guarde-o das mãos erradas, e não chores mais, estou bem, fique em paz, e seja livre desta prisão, não deixe a menininha livre ser aprisionada novamente, e proteja os outros também, eu estou em paz.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers