BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

sexta-feira, 28 de abril de 2017

O DÉCIMO ABISMO III

O homem continuou segurando meu braço sem olhar-me. Sua atenção era toda para o leste. A Lua Azul estava grandiosa no céu e totalmente acima da grande montanha. Senti a mão do homem apertar meu braço esquerdo e então ele disse: -Observe novamente!

-Quando olhei para o leste um Grande Touro levantou-se sobre a terra. Ele tinha uns mil metros de altura, a cor de seu pelo era marrom. Possuía grandes cifres que davam duas voltas, e suas pernas eram de touro, mas seus braços eram de homem e possuía mãos.

Sua cabeça era enorme, deveria ter uns cinquenta metros de tamanho. Era realmente assombroso aquele enorme animal. Modo de falar, pois era um espírito e dos maiores que já vi em minha vida.

Desde criança tenho visto muitos espíritos, mas, nenhum tão pavoroso e grande como aquele. Ele era maior e mais alto que a grande montanha que estava abaixo da Lua Azul.

 O Grande Toro levantou suas duas mãos ao céu, abriu seus braços e exclamou: -AI ANATOZEMA!

-Após exclamar com grande voz, que mais parecia um trovão, saiu de dentro de suas mãos, da direita e da esquerda, duas bolas de uma energia rosa que se juntaram no centro de suas mãos, formando uma única bola de energia rosa que dobrou de tamanho. Após as duas bolas unirem-se no centro de suas mãos, a bola de energia começou a subir em direção ao céu, ela flutuava bem devagar, como se não tivesse pressa nenhuma, quando a bola de energia atingiu as nuvens, a sua velocidade foi como de um raio e sumiu na imensidão daquele céu azulado pela grande Lua Azul, que neste momento estava sobre nossas cabeças.

Após a grande bola de energia rosa sumir naquele céu azulado entre as nuvens que cobriam aquele firmamento, uma grande explosão aconteceu em todos os quatros cantos daquele abismo, e uma corda branca desceu do céu contendo dez nós em seu comprimento. O Grande Toro marrom começou então a puxar nó por nó, conforme ele foi puxando os nós da corda que havia caído do céu, a grande Lua Azul foi aproximando-se da terra, uma visão realmente magnifica e assustadora.

 Eu fiquei tão maravilhada com aquela visão, que disse ao homem que estava a minha esquerda: -Nós temos que fazer alguma coisa, ele está aproximando a lua da terra!

-O homem que estava ao meu lado disse-me calmamente: -Não. Só observe o seu poder!

-Eu fiquei olhando assustada a Lua Azul ser aproximada da terra à medida que o Grande Toro puxava cada nó daquela corda branca que tinha caído do céu após as palavras pronunciadas por Ele. Quando chegou no oitavo nó, a bola rosa que havia subido estava presa nele, o Grande Toro então, estouro com sua mão direita a bola rosa, que soltou uma fumaça rosa em suas mãos, na esquerda que segurava o oitavo nó, e na direita que havia estourado-a. Imediatamente houve um grande estrondo em todo o céu, e outras bolas rosas estouraram nas nuvens em todo o céu daquele Décimo Abismo, e todo o céu foi coberto por aquela nuvem rosa que havia dentro das bolas que estavam por todo o céu e não somente na bola que havia saído das mãos do Grande Toro, mas por todo lugar.

A Lua Azul estava tão próxima da terra que parecia que iria encostar nela. Seu tamanho era tão grandioso, que chegava quase ser maior que a terra. Eu maravilhei-me mais ainda, e ao mesmo tempo estremeci dentro de mim. Eu sabia que aquilo era algo que fugia ao conhecimento de tudo que eu possuía. Fiquei espantada e paralisada com aquela visão.

O Grande Toro continuava de pé olhando para a grande Lua Azul. Em seguida o Grande Toro olhou para a terra e beijou o chão, levantando-se e exclamando: -Agora que eu aproximei a Lua da terra, e a terra irá esfriar, vamos ver quanto tempo os humanos irão aguentar!

-Eu estremeci diante da palavras do Grande Toro, e quase caí sobre meus joelhos. O homem que estava ao meu lado disse-me:

-Está na hora de você voltar, pois, já viu o tinha que vê!

-Eu interrompi o homem ao meu lado e disse-lhe: -Como irei subir de volta?

-Ele finalmente olhou em meus olhos e exclamou sorrindo: -Eu irei levá-la até lá.

-Então, começamos a flutuar em direção às nuvens que estavam todas rosas devido a fumaça das bolas estouradas pelo Grande Toro. Quando chegamos exatamente no lugar de onde eu havia saltado, na beirada do primeiro abismo, o homem deixou-me e retornou para seu lugar de onde havia saído, e eu continuei na beirada do primeiro abismo pensando no que aconteceria com a terra e com os seres humanos se o Grande Touro puxasse os dois últimos nós que ficaram faltando na grande corda branca que caiu do céu.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers