BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

LEMBRANÇAS DE UMA PARINTINENSE

Hoje não escrevo com humor. Não quero fazer ninguém rir. Nem falar coisas engraçadas. Haverá somente dor e muita tristeza no que escreverei. Saudades. Lembranças. Mas, quero compartilhar uma lembrança linda que ficará para sempre em minha memória. E tenho certeza que na memória da minha família. Não somos os únicos que perderam familiares queridos e amados em acidentes mortais e cruéis no transito deste país. Somos os estão chorando agora. Estamos assustados e inconformados com a morte monstruosa da Luna Dominiki. Sempre pensamos que os mais velhos irão primeiro, mas, nem sempre a vida segue uma lógica. Hoje foi nos tiradas uma princesa. Uma menina. Uma cuiantãe. Dominiki, era travessa. Sapeca. Danada. Briguenta. Ela tinha uma força incrível, o irmão dela que o diga, ele penava na mão dela. Quando eu trabalha com meu pai, lembro-me, que as vezes sua mãe a levava lá no serviço, era um super mercado, e nós colocávamos Dominiki sobre o balcão e pedíamos: -Desfila Dominiki! Aquela cuiantãe colocava suas duas mãozinhas na cintura, puxava a barriga e caminha trançando as perninhas como se fosse uma modelo profissional. Ela não tinha vergonha. Desfilava quantas vezes se pedisse que fizesse. Ela era é linda. Tinha os cabelinhos cacheados e todo redondinho. Era uma graça. Era um anjinho. Agora, devido um acidente com moto, na realidade, o que se chama de moto taxi no Amazonas, ela está desfilando para os anjos lá no céu. Não acho que seja justo eles verem isso, e nós ficarmos aqui sofrendo inconsoláveis sua morte brutal e sem chance de nos despedirmos dela. Queria que tivesse ouvido nossa voz de choro e pranto, mas, sem tristeza, somente com a alegria de termos alguém que foi e é muito amada por todos da família. Quando morei com em sua casa, antes de sair de Parintins, Dominiki era uma criança, e eu cantava pra ela, que sempre ficava me ouvindo sentadinha no chão da casa, quando nos reencontramos no face, ela disse-me: Prima, não lembro muito do seu rosto, mas, lembro-me muito bem da sua voz cantando lá na sala de casa. Essas foram as palavras de uma criança que estará sempre viva e linda em minha memória, e na memória de toda sua família, que hoje perdeu sua princesa, sua menininha,sua amiga, sua prima, sua sobrinha, sua neta, sua filha, sua cuiantãe. Dominiki estará sempre e para todo o sempre em nossos corações, hoje destruídos pela tragédia que nos roubou esse anjo para ficar com Deus e Nossa Senhora! Que os anjos te vejam desfilar lindamente prima do coração! Te amamos!

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers