BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

A GRANDE COBRA BRANCA

Ontem de madrugada tive uma experiencia muito interessante. Eu estava sobre uma grande montanha cinza contemplando uma grande planície que se estendia a minha frente indo para o sul, quando uma mulher gritou meu nome. Olhei para trás para ver quem tinha gritado. Sua voz soava com um tom de vingança. Era uma voz sofrida, mas muito poderosa. Gosto quando isso acontece, tenho uma sede por batalhas, elas são extremamente saborosas pra mim. É uma necessidade quase que biológica, e isso vem desde que eu era uma criança. Fiquei olhando para aquela mulher vestida com trapos, durante uns minutos, seus cabelos estavam misturados com os trapos de suas veste parecendo um rastafári, e não eram brancos, mas cinzentos. A pele de seu rosto estava muito envelhecida, mas seus olhos eram como de uma criança de uns sete anos de idade. Fitei direto em seus olhos, que eram negros como piche, e perguntei: -O que você quer comigo, velha? Ela riu e disse: -Vim terminar com meu serviço. Vou matar você! Ela respondeu gritando e dando gargalhadas que pareciam cortar os ouvidos como uma navalha muito afiada. -Pode vir, você não a primeira que vai tentar isso! Retruquei sem esboçar nenhum sorriso em meu rosto. Eu não estava pra sorrisos naquele momento, e aquela velha estava atrapalhando minha contemplação daquele linda paisagem que estava diante de meus olhos. Ela então levantou a mão para o céu, que naquele momento estava lotado que estrelas que chegava a parecer um tapete feito com cristais swarovskis, e disse: -Juro pelo céu e pela terra que serás morta hoje! Levante-te grande serpente e destrói este inimigo que está na minha frente! A terra começou a tremer, e uma grande rachadura abriu-se do lado daquela velha, de onde saiu uma enorme nuvem de fumaça, quando a nuvem se dissipou, uma serpente branca saiu de dentro da rachadura e colocou-se do lado direito daquela velha, que gargalhava deixando aparecer seus dentes todos podres e quebrados, uma visão realmente terrível. A aquela serpente branca deveria ter uns quinhentos metros de comprimento e uns cinquenta de espessura. Sua cabeça tinha uns oitenta metros de tamanho, era realmente monstruosa, e abria sua boca em minha direção, colocando sua enorme língua bifurcada para fora o tempo todo. Eu podia ouvir a respiração daquele grande monstro, que começou a preparar-se para o bote. Eu sabia que ela viria me atacar. Não havia outra opção a não ser enfrentá-la também. Firmei em seus olhos que saltavam de sua cabeça e a encarei durante uns dois minutos, fiquei encantada com aquela serpente, mesmo sabendo que viria me matar, e admirei um pouco mais de tempo, ela também parecia está interessada em olhar nos meus olhos. A velha maltrapilha gritou novamente dando a ordem do ataque, a Grande Cobra Branca correu em minha direção deixando um rastro enorme sobre a terra debaixo do seu corpo. O rastro que ela deixava era enorme, pois suas escamas escavavam a terra, que era jogada à distância dela. Quando ela aproximou mais de mim, pude vê que realmente suas escamas eram brancas como mármore e duras como diamante, destruindo tudo que estava a sua frente. Eu exclamei entre os lábios: -Como irei vencer essa enorme cobra! Não havia arma nenhuma comigo. Eu nem se quer sabia que haveria uma batalha naquele momento, e muito menos sabia por que tinha ido até aquele lugar espiritual. A Grande Cobra Grande aproximou-se de mim, e deu seu bote, destruindo a pedra que eu estava em cima com suas presas de quase dois metros de tamanho, estilhaços da pedra voaram junto comigo pelos ares, mas eu saltei por cima de sua cabeça daquela serpente antes que ela me atingisse com seu violento ataque. Quando eu passava por cima de sua cabeça, nossos olhos se cruzaram, e pude ouvir sua voz soprosa pedindo socorro, imediatamente uma varinha que mais parecia um galho de árvore, apareceu em minha mão direita, e eu cai em cima da cabeça daquela serpente branca enfiando a varinha entre seus dois olhos e falei em uma língua estranha que eu nunca havia falado ou conhecido. Quando a varinha tocou a cabeça da daquela serpente branca bem entre seus olhos, uma luz, como se fosse um raio, estourou entre minha mão e a cabeça da cobra branca, que soltou um som estridente e soproso de sua boca, eu cai no chão sobre meus dois pés do lado direito daquele enorme monstro, que começou a se contorcer e emitir aquele som assombroso de agudo. Quando a Grande Cobra Branca parou de se contorcer, ela virou para mim, e olhou dentro dos meus olhos, nossos mentes estavam conectadas de alguma forma, ela podia ouvir meus pensamentos e eu podia ouvir os dela. Ela então disse-me: -Obrigada por me libertar, eu não estava atacando você por vontade própria, a velha estava me comandando, se você não tivesse me ouvido, eu estaria destruída neste momento. Eu fiquei emocionada com as palavras daquela serpente branca. Virei para a velha maltrapilha e disse com grande voz: -Você usou de encantamento para com esse espírito, por isso, te condeno à perda de toda a tua sabedoria, conhecimento e poder, não és digna de nada do que possui, por isso hoje eu retiro todo o teu poder de encantamento, para nunca mais aprisionares nenhum espírito, nem neste tempo nem em tempo nenhum! Estendi minha mãos direita para ela e todo o seu poder saiu em forma de uma nuvem negra e veio na minha direção, entrando dentro de mim pela minha mão direta. A velha maltrapilha caiu sobre o chão de joelhos, colocando sua cabeça no chão e gritando com grande voz de choro, pedindo perdão e arrependo-se por tudo que fez. A Grande Cobra Branca ficou do meu lado esquerdo observando comigo o sofrimento daquela velha maltrapilha, eu passei a mão em sua cabeça, fria como gelo, e nos viramos para contemplar a bela planície à nossa frente.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers