BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

DONA BINHÍ A GRANDE FEITICEIRA VIII

        Dona Binhí sorriu novamente para mim, dando uma olhada dentro dos olhos de seu esposo que sorriu também para mim, eles pareciam conhecer-me muito bem, estava claro que estavam gostando da minha presença dentro de sua casa, dava a impressão de que eu era a visita de verdade, e que meus familiares simplesmente me acompanhavam nessa viagem.

        Dona Binhí falou: -Meu filho, no memento certo você saberá de todas as coisas, não tenha pressa com nada, tudo irá se revelar de forma muito natural, é só você deixar eles te mostrarem tudo.

        -Eu questionei:-Quem são eles Dona Binhí?

        -Minha pergunta a fez pensar por um instante, consegui perceber algum temor dentro daquela mulher forte e destemida, ela como se ela estivesse vendo algo e por um momento saiu de seu corpo. -Meu filho, você irá viajar muito por lugares que não ficam nesta terra, e ainda não sei exatamente o que eles querem com você, mas tudo ao seu tempo, fico realmente encantada com sua força e feitiçaria, parece que você tem algo muito poderoso dentro de você, criança, e de certa forma eles te escolheram, não vejo nada claramente devido a grande proteção que há em volta de você, é como se você fosse cercado por um muro impenetrável, e vejo que muitos te observam de longe, e outros longe ficam de você, mas todos compartilham da mesma missão, proteger você para algo que somente eles e o futuro sabem.

         -Tudo o que ela falava fazia sentido para mim, ficava vendo em minha mente todos os sonhos que havia tido, todos os rostos que haviam aparecido de forma misteriosa que as vezes chegavam até a assustar-me, eram visões poderosas, eu os via, as vezes perto ou longe de mim, mas sempre os via, eu sabia de quem Dona Binhí estava falando, não tinha dúvidas que ela sabia muito sobre quem eram eles, e sabia também que eles apareciam para mim, nunca ninguém tinha falado comigo sobre isso, geralmente as que falavam diziam que aquilo que eu via e ouvia, e as vezes sonhava era tudo coisa do Diabo, e que não era nada de Deus e que eu deveria negar a tudo isso, pois iria corromper minha alma.

          No fundo do meu coração parecia que alguma coisa me dizia o contrário do que eles falavam para mim, alguma coisa muito misteriosa acontecia comigo, mas Dona Binhí sabia muito mais coisas do eu imaginava em minha pequena e inocente imaginação, ela falava coisas que somente eu sabia, segredos que guardava em meu coração, conhecimentos que eles me davam e coisas que contavam-me, era tudo arquivado dentro do meu espírito, não podia compartilhar com minha família, muito menos com meus amigos, eu já era estranha por demais, e além disso tudo, ainda era muito efeminado, o que fazia com as pessoas se afastassem de mim, nada disso me incomodava, somente a falta de entendimento era o que me fazia sofrer de verdade naquela selva amazônica.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers