BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

terça-feira, 3 de setembro de 2013

DONA BINHÍ A GRANDE FEITICEIRA VII

Após minha pergunta Dona Binhí olhou para seu esposo e sorriu sarcasticamente, parecia que ela sabia por que eu tinha perguntado sobre o fato de não haver carapanã (pernilongo) em sua casa, sendo que no interior do Amazonas não há lugar onde eles não dominem a noite, em algumas regiões é impossível dormir sem cortinado ou mosqueteiro, e mesmo com essa proteção eles ainda conseguem entrar e sugar todo o sangue de que necessitam, chegam a sugar 1 ml, ninguém duraria uma noite sem proteção, são piores do que morcegos, estes chupam um a cada vez, já os carapanãs são milhares de milhões ao mesmo tempo, e se a pessoa for alérgica como eu, morrerá em uma noite, acredite se quiser, mas desafio qualquer um a tentar desafiar esses chupadores de sangue. Dona Binhí virou-se para mim e disse sorrindo: -São as Aruanãs que protegem essa casa, meu filho, junto com as pimentas malaguetas e três dentes de alho-roxo! Fiquei com os olhos arregalados, pois sabia que Aruanã é um peixe, e nunca tinha ouvido falar sobre esse poder da também conhecida Sulamba como a chamam alguns caboclo. A Aruanã é um peixe de carne saborosíssima, sua ova é muito apreciada no Amazonas, também chamado de caviar-amazonense, minha vó adorava comer farofa feita com as ovas da Aruanã, é uma delícia, seu sabor é bem forte, e sua cor alaranjada deixa bonita a farofa no prato, mas tem um gosto com um certo sabor de zinabre. Fiquei mais curiosa ainda, e já que Dona Binhí parecia satisfeita e feliz em responder minhas perguntas, esqueci-me totalmente que havia familiares meus por perto, olhei dentro dos seus olhos castanhos-escuros e perguntei: -Como elas protegem sua casa e como se faz para ter essa proteção, lá em casa tem muito carapanã e gostaria de poder jantar do lado de fora casa sem ter que engolir milhares deles! Hahahaha gargalhou Dona Binhí mostrando seus dentes meio amarelados por fumar tabaco de mole, eu também sorri-lhe de volta com minha alma em euforia por está ouvindo coisas que eu sabia que faziam parte de mim de alguma forma, mesmo que minha família tivesse fé em outra religião e de certa forma condenasse isso. Dona Binhí então contou o segredo de sua casa: -Você conta quantos cantos tem sua casa e enterra em cada canto uma cabeça seca de Aruanã, três pimentas malaguetas e três dentes de alho roxo durante a lua minguante, e pede a elas que comam todos os bichos peçonhentos e todos os sugadores de sangue, se benza três vezes, e você verá que nunca mais nem mariposa entrará dentro de sua casa, mas, não esqueça que a boca da cabeça da Aruanã deve ficar virada para o lado de fora da casa, e não para o lado de dentro, se não, não funcionará, se a casa tiver quatro cantos, melhor ainda, pois invocará os quatro poderes. Mas, uma vez Dona Binhí deixou-me mais curiosa, pois, eu queria saber o que eram os quatro poderes.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers