BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

O CABEÇUDO

Já vi cabeças grandes, outras pequenas, mas, igual a cabeça do Cabeçudo nunca. Ele tem a maior cabeça entre os quelônios. Adora uma lama, e sua casa é geralmente entre barrancos e charcos. Para poder pegá-lo, é necessário enfiar o braço até o toco, ou melhor, enfiar um gancho, ou, uma vara, comprida de preferencia, daquelas que vai lá no fundo mesmo. O bicho mora bem dentro do buraco, e é difícil arrancá-lo de lá. Cuidado pra não pegar na cabeça, deve se saber como e onde pegar. Se o Cabeçudo morder, só solta quando guariba canta, o problema é que guariba só canta seis horas da tarde, se a mordida for de manhã, coitado do mordido. Cabeçudo corta lata de leite moça no meio com uma dentada só, e não tem pau na coxa, se for um dedo, pode dá adeus, será que o Lula foi mordido por um cabeçudo, acho que sim? Conheci gente que perdeu três dedos pro cabeçudo, geralmente descuidados, branco achando que vida de caboclo é fácil, deu azar, a guariba não cantou, talvez não tivesse naquele lugar. Acho que cabeçudo tem medo de bicho, o canto da guariba põe qualquer um pra correr, difícil é não temer o barulho de King Kong que esse macaco faz, ou primata. A carne do Cabeçudo é gostosa, a cabeça mais ainda, guizado ou assado o sabor traz saliva, a cor é escura, como a cor do casco, e dura também. Tudo que é duro é bom e gostoso, com o cabeçudo não é diferente, duro bom e perigoso, tudo que eu gosto. Todo caboclo adora um cabeçudo, só não é fácil achar, em cabeceira grande de rio, é possível de encontrar, se for fechada de árvore e tiririca com beiradas de barro e argila, é onde ele gosta de morar.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers