BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

MÁCULAS DA IMPUNIDADE


André Baliera, mais uma vítima da homofobia predominante na sociedade brasileira que ainda tem argumentos medíocres para fugir da justiça, permanecendo na impunidade. É triste vermos todo dia um gay, uma travesti ou uma transexual apanhando na rua por não calarem-se diante de agressões verbais, visuais e na grande maioria, corporais sofridas no dia a dia. Mas, ser quase morto por ser gay é realmente um absurdo para um país preocupado em incendiar a copa do mundo, onde talvez, e eu espero sinceramente que não, muitos gays serão mortos ou ficarão com seus rostos deformados pela selvageria e mostruosidade de individuos que sentem-se no direito de agredir cidadões, que tem seus direitos, pagam seus impostos, trabalham e estudam para vencer com dignidade. A senssão que fica diante de tanta impunidade e maldade, é a que fez André esconder-se como se ele fosse o culpado pelo que ocorreu com ele, e tenho certeza que muitos demônios acham que ele deveria ficar calado para não apanhar, foi assim com os escravos, com as mulheres, e é assim conosco. A vergonha sentida por André é a realidade do nosso país brasileiro desigual e desonesto com seus cidadões, que vivem sem segurança e sem seus direitos garantidos pela constituição. Ser gay é está condenado ao inferno da brutalidade que habita os corações hipócritas, homofóbicos e religiosos. Mas, prefiro ir para o inferno do que ir para o céu com essa cambada de monstros que teem sua salvação garantida, e que gritam publicamente a nossa condenação. E para onde irão os agressores de André que quaze o assassinaram?

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers