BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

A CASA MAL ASSOMBRADA XXXIII

                O TÚNEL DAS LUZES

       Dentro da nuvem transparente, haviam muitas luzes, de todas as cores, eu passava por elas na velocidade de um relâmpago, podia ouvi-las. Muitos dos sons eram diferentes de tudo que meus ouvidos tinham captado.

       Não sei quanto tempo demorou a minha viagem pelas luzes coloridas, que pareciam energia produzindo luz, cor e som. Algumas imagens eram vistas por meus olhos numa velocidade que mais parecia pensamento, de tão rápidas que elas passavam.

        Cheguei a uma luzes toda vermelha. Eu flutuava como uma nuvem dentro dela. Havia muita paz e segurança naquela luz de energia de cor vermelha. Seus raios faziam-me sentir algo muito além do que sete anos de vida. Maior do que tudo que eu estava passando. Aqueles raios de luzes vermelhas aumentaram sua luz. Tudo ficou vermelho.

        Eu apareci em uma campina toda vermelha. O vento soprava suavemente em meu rosto. Era tão gostoso o ar daquele lugar. Flores e lírios amarelos sobressaiam-se sobre aquela pastagem vermelha. O capim era suave e não coçava como o do campo do meu avô. Que fazia a gente se coçar até com escova de lavar roupa. Suas folhas eram finas e macias. Chegava parecer feito a mão, de tão perfeito que era.

        Os campos daquele lugar eram infinitos. Perdiam-se de vista. Não havia sol nem nuvem. O céu também era vermelho. Era um lugar magnifico. Caminhei por umas duas horas por aquele lugar, e avistei uma floresta de árvores vermelhas, a uns dois quilômetros.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers