BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

terça-feira, 16 de outubro de 2012

A CASA MAL ASSOMBRADA XXVIII

                   OS RAIOS DE FOGO.

      Luzes vermelhas como de fogo começaram a ser refletidas dentro daquele caixão de gelo, era como se elas tivessem vida própria.

      O gelo começou a derreter de dentro para fora. Senti um calor enorme dentro do meu corpo, parecia que eu estava pegando fogo por dentro, e toda aquela sensação horrível, de não poder respirar desapareceu.

       Percebi que todo o gelo que estava envolta do meu corpo estava derretendo, mas, o gelo era muito espesso, havia sobre mim, pelo menos um metro de gelo.

          As luzes aumentaram, o calor no meu corpo também, podia sentir que correntes elétricas estavam percorrendo todo o meu corpo. Uma grande força tomou conta de mim. Todo o gelo em volta de mim derreteu, e virou água presa dentro daquele caixão de cristal gelado.

          A água estava quente, mas, também estava subindo e enchendo o espaço que formara-se em volta de mim muito rápido. Mas, era melhor aquela água tentando afogar-me, do que o gelo que não deixava se quer eu movimentar-me.

          Fechei os olhos para concentrar-me melhor. As luzes, o calor, e a energia, aumentaram sobremaneira. Mesmo com os olhos fechados, podia ver as luzes aumentando dentro do cristal de gelo, elas ficaram tão intensas, que o caixão de gelo ficou todo vermelho.

          Uma grande fúria acumulou-se em meu coração, que estava batendo a uns duzentos por hora, mal conseguia respirar de tanto que ele estava acelerado.

          Dei um grande grito, e as luzes estouraram aquele caixão como se fosse nada.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers