BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

A CASA MAL ASSOMBRADA XXIV

                            AS TRÊS CORES.

          Suas asas tinham chifres enormes nas pontas, no meio e perto dos ombros. Haviam chifres também em todas as vértebras de sua coluna, nos joelhos e nos cotovelos.

          Seu rabo tinha uns dois metros e meio de comprimento, e quatro fileiras de serras, contrárias uma a outra, que iam desde o seu inicio até a ponta, onde havia um ferrão como de escorpião.

           Sua pele era grudada nos ossos. Não tinha músculos nem carne, somente tendões e nervos. Sua barriga era grudada nas costas. Sua caixa torácica era redonda, e seu quadril era mais largo que seus ombros.

           A cabeça era achatada. E suas sobrancelhas tinham serras como o seu rabo.

            O colchão, os lençóis, os travesseiros, tudo que tinha sido sugado pra dentro do redemoinho que se formou sobre a cama, estava grudado no teto do quarto imóveis. Como se fizessem parte da decoração assombrosa. Mas, isso não me assustava, o que me assustou mesmo, foi quando buracos de cada lado de cada vértebras da coluna daquele bicho se abriram como bocas, e pronunciaram palavras estranhas, e saíam fumaças que tinham cores sombrias que eu nunca tinha visto.

              Eram suas tonalidades todas escuras . Algo magnifico e assombroso. As primeiras cores saiam das primeiras vértebras da coluna, o Atlas e o Axis, sobre as quais a cabeça é equilibrada. A que saía do Axis, segunda vértebra de cima pra baixo, era um Azul Escuro Luminoso. Havia uma mistura perfeita do Azul, Preto e Luz, que parecia pequenos arcos íris tricolor. E a luz andava do Azul pro Preto, misturando suas tonalidades com muita beleza.

              A luz que saía do Atlas, era Vermelho Escuro, mas, não era luminoso. Era opaco, entretanto, refletia raios de cores amarelas totalmente luminosos e voltava ao vermelho opaco que também era magnífico e encantador.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers