BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

segunda-feira, 21 de maio de 2012

PURAQUÉ O PEIXE ELÉTRICO

A selva amazônica tem uma diversidade enorme de bichos em sua fauna. O personagem deste post é um bichinho muito fofinho, carinhoso, meigo e mansinho, excelente para ensinar criancinhas teimosas que gostam de brincar com a tomada a não desenvolverem essa mania horrorosa de enfiar o dedo no buraco. Sua metodologia? Uma pequena descarga elétrica de 2.000 volts capaz de fazer um bebê fofinho dormir durante uma semana. Que lindinho esse bichinho!

Especialistas estão estudando o puraqué também no tratamento para insônia, pois, várias pessoas que não dormiam há anos, quando eletrocutadas por esse Zeus da amazônia caíram imediatamente no sono. -Deve ser realmente relaxante esse tratamento!

-Essa fada do sono é famosa no Amazonas por sua atuação fatal diante de seus inimigos. Ele produz uma corrente elétrica para adormecer seus oponentes, e seguida com sua vítima já desmaiada, passa por cima do coração liberando outra corrente elétrica que põe fim a existência daquele que ousou enfiar os pés descalços em suas águas.

Quando o puraqué está com vontade de comer jauari, palmeira muito conhecida dos igapós e que dá um fruto de sabor cítrico, ele libera sua corrente elétrica fazendo essa palmeira de seis metros de altura tremer de medo e liberar todos os seus frutos de uma vez só. -Quem não libera? - Temido até pelos jacarés que entram em curto circuito diante dessa coisa linda da mamãe, esse bicho do inferno vem realmente disposto a "pavora" qualquer um que goste de enfiar o dedo no buraco. -Ui...já parei! Quero ver quem o chama de meu peixe!
A única forma de você tirar o anzol da boca desse peixinho amigável, é pegando ele pela guelra. Só assim o choque será menor! Mas mesmo assim, já vi caboclos não aguentarem o choque e cairem desmaiados. Isso porque estavam recebendo somente um terço de energia pegando o puraqué pela guelra. Mas como diz ditado "O seguro morreu de velho mas o desconfiado  vive até hoje". Eu prefiro nunca ter que pegar um puraqué pela guelra!

Já basta a minha irmã que também chama Puraqué, a qual dava além de choque, porrada na gente. Credo em cruz! A bicha era brava! A gente mal podia olhar pra ela que couro já comia. Se dela eu tinha medo de levar um choque, imagina levar um choque de um puraqué de verdade! E tem lugar no Amazonas que a gente não pode nem enfiar o dedo n'água, que imediatamente já se é eletrocutado.

Uma vez fomos fazer picada pra fazer um novo roçado no meio da mata fechada. Quando já tínhamos feito mais da metade da picada, nos deparamos com um riacho de uns dois metros de largura mas muito profundo. Seu Antônio, esposo da Dona Jovem professora na escola 15 DE NOVEMBRO, logo já nos avisou que atravessássemos com muito cuidado pois poderia haver puraqué naquele riacho. O Zazá, irmão do seu Antônio, logo se adiantou na frente. Assim que ele chegou no meio do riacho, nós ouvimos seu grito. -PURAQUÉ! AI MEU DEUS! ME AJUDEM HOMENS! -Alguns homens quiseram entrar n'água para  ajudá-lo, mas Seu Antônio logo os impediu. -Vocês são doidos, homens? Se vocês entrarem não irão mais sair dai!

-Todos estávamos apavorados com os gritos de dor do Zazá que se contorcia dentro do riacho a cada descarga de energia produzida pelo puraqué. Seu Antônio correndo pela beirada do riacho, começou a gritar para os homens procurarem onde o puraqué estava escondido para poderem o matar e assim tirar o Zazá do riacho. Foram tantos choques que nós chegamos achar que ele estava morto, pois segurava-se em arbustro que ficava no meio do riacho. Sua cabeça estava abaixada quese tocando n'água. Já haviam cessado os gristos. Estávamos morrendo de medo que ele realmente estivesse morto pois não fazia mais nenhum movimento.

Os homens começaram a se apavorar e gritar para que o Zazá nos respondesse. Nada. Não havia resposta alguma de sua parte. Nem uma respiração ssequer.

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers