BOAS VINDAS!

Obrigada por visitar meu blog! Espero que tenha gostado! Dúvidas e comentários serão respondidos com atenção. Para ler todos os posts de uma história, é só clicar nos marcadores!



YAMÊ ARAM

quarta-feira, 25 de abril de 2012

YAMÊ ARAM A ORIGEM

Yamê Aram, as origens...

Yamê Aram tem uma história de vida fantástica. Fantástica demais? É o que estamos prestes a descobrir. A pequena Yamê Aram - pequena até hoje - nasceu daltônica, quase cega, em Parintins, segunda maior cidade do Amazonas. Entre os bois garantido e caprichoso; botos vermelhos e Tucuxis; anacondas e jacarés; onças e maracajás, Yamê cresceu - modo de dizer - sabendo que ali não era seu lugar. Afinal, que graça tem uma floresta para quem não enxerga verde? Não pode ver a beleza das folhagens, só o fogo destruindo tudo. A Amazônia de Yamê é vermelha que junto com a cor das águas formam uma paisagem rubro-negra. Que chato! Quando nasceu Yamê é um mistério insondável. Pelos seus cálculos nasceu antes de sua mãe, praticamente, o que não quer dizer nada, pois de fato, ela seria filha da avó. A pequena Yamê não gostava da floresta, mas assim como o uirapuru, gostava de cantar. E assim como a coruja, era cega e gostava da noite e assim como... ela mesma, era daltônica. Tudo mudaria. Tudo muda o tempo todo para Yamê Aram. Viva o vermelho da amazônia de Yamê! O greenpeace nunca verá a cor do dinheiro de Yamê Aram, pois ela jamais investira numa mentira de salvar o verde, somente quando ele quiser salvar sua selva vermelha, é que então, suas mãos se abrirão. Ela mesma acredita que somente seus castanhos olhos vem a verdadeira cor da mata, alias, eles já viram muita e tanta coisa, que talvez nem mesmo ela saiba o que viu. Ela é confusa, ou melhor, sua história é confusa, não, a confusão, é quem é sua mãe, que nunca se sabe quando ela fala da mãe ou da vó! Nossa, minha cabeça deu um nó agora!

Google+ Badge

Google+ Followers

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Seguidores

Follow by Email

Google+ Followers